segunda-feira, 30 de agosto de 2010

personagens;

Onde estão meus personagens?
Não estão mais no papel!
Já procurei em sonhos...
Nem sei se realmente existem...
Talvez estejam dentro de mim.
Fugiram até das minhas lembranças;
E estavam tão bem guardados nas minhas intermináveis histórias.
De vez em quando aparecem;
Passam um bom tempo comigo,
Depois vão embora... levando minha paz;
Nem ao menos concretizam uma falsa alegria!
Não deixam nada de presente;
Mas nem reclamo, pois sou eu a dona deles;
Apesar de não ter controle algum.
Vão então, pouco a pouco, embora...
E me deixam um realismo intragável!
Sem devaneios...
Sem aventuras...
Sem perfeição...
Sem maldade...
Só uma rotineira e enjoativa verdade.
Fosse eu um pouquinho mais insana;
Ou talvez mais realista...
Estariam sempre comigo em um conto eterno,
Ou iriam embora de vez...

O conforto é que voltam; em quarenta anos ou mais.