domingo, 3 de julho de 2011

sensibilidade

"Pra quem não sabe amar, fica esperando alguém que caiba no seu sonho..."

Busquei a fuga da sensibilidade na solidão
Cruelmente, facinoramente, me fez acreditar que havia encontrado

E espero no tempo o "quê" da esperança,
que leve essa sensibilidade exacerbada pra bem longe daqui