quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Nesse mundo tão pseudo-liberal..

Que tenhamos os mesmos pensamentos, sentimentos, emoções. Que sejamos invejavelmente perfeitos um para o outro. Que gostemos das mesmas coisas, das mesmas músicas, das mesmas bandas, dos mesmos programas de tv, dos mesmos lugares, dos mesmos restaurantes... Mas que, ainda assim, sejamos opostos o bastante para você gostar de mulher .