quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Nesse mundo tão pseudo-liberal..

Que tenhamos os mesmos pensamentos, sentimentos, emoções. Que sejamos invejavelmente perfeitos um para o outro. Que gostemos das mesmas coisas, das mesmas músicas, das mesmas bandas, dos mesmos programas de tv, dos mesmos lugares, dos mesmos restaurantes... Mas que, ainda assim, sejamos opostos o bastante para você gostar de mulher .

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Como era doce;


Como era lindo;
As noites tão quentes repletas de histórias...
Que em minhas memórias...
Conservo sorrindo,

Como brilhava;
Nem mil serenatas sob a branca lua...
Me fariam amar tanto aquela rua,
E a praça, tranquila, que eu idolatrava,

Como era azul;
Aquele meu céu do outro lado da janela
E a estrela mais bela
Que apontava pro sul,

E era perfeito;
De tão empolgada com a mocidade...
Não despedi da cidade...
Que era meu leito,

Emolduro a tal querida...
Em cada segundo,
Tão perdida no mundo!...
Cidade de minha vida.