domingo, 9 de julho de 2017

Noite no olhar

Ela tem noite no olhar;
que é pra ver a lua ser sua,
que é pra ser lágrima,
e transbordar;
pra chorar orvalho,
pra chuva ser música,
pra cantar o vento
e o céu derramar.

Ela tem brilho no olhar;
o brilho do mundo,
pra rodear de estrelas,
pra iluminar a rua,
pra cintilar o asfalto,
pra ver, com calma, 
no olhar mais profundo
a vida passar.

Ela tem vida no olhar
E o olhar passageiro
que o mundo inteiro
não pode apagar.